segunda-feira, 15 de abril de 2013

Cadeado sem Fechadura

Peguei o livro e comecei a ler.
A cada virada de página
Eu me debruçava sob mais uma parte de mim
Sendo contada nas entrelinhas
Daquele discurso simples.
Eu me senti como naquela noite
Em que perdi a chave do seu cadeado sem fechadura.
Ou, simplesmente, essa chave jamais me pertenceu
E eu achava que era minha.
Naquele instante te vi cada vez mais distante
E sob o seu olhar, a chave se perdeu.

Nenhum comentário:

Postar um comentário